Conheça o novo perfil do consumidor na América Latina

Uso de pagamento eletrônico tornou-se hábito do novo consumidor, fazendo do dinheiro impresso uma transação quase que completamente nostálgica.

Procure em suas lembranças de infância, os momentos que visitava com seus pais a loja de doces ou o mercado próximo de casa e todas as compras eram pagas “no dinheiro”.

Com o tempo, os pagamentos com cartão passaram a fazer parte da realidade do consumidor. E a expressão “no dinheiro” cada vez mais ficou para o passando, enquanto as caixas e vendedores ampliaram seu repertório: “é no cartão ou no dinheiro?

Em 2021, outro “boom” da tecnologia pode ser observado até mesmo por expectadores menos atentos. Um novo estilo de consumidor surgiu, em razão das mudanças provocadas pela pandemia de coronavírus.

48% dos consumidores afirmam já realizar pagamentos apenas virtualmente

O mundo mudou e continua mudando. As tecnologias evoluem, novos conhecimentos precisam ser adquiridos e é imprescindível manter-se sempre o mais atualizado possível. O novo consumidor baseia seus hábitos em OPÇÕES DE PAGAMENTO MAIS SEGURAS. Isso foi o que apontou o estudo mais recente da Visa sobre Preferências do Consumidor durante a Covid-19 na América Latina e no Caribe.

Veja agora, alguns dados que justificam o quanto o ambiente para pagamentos digitais em lojas físicas e e-commerce se mostra favorável:

  • 48% dos entrevistados disseram ter usado carteiras digitais, cartões sem contato e acessórios inteligentes. O volume é mais que o dobro do que o registrado em abril no mesmo período do ano passado (o percentual era de 23%);
  • Além disso, quase metade dos entrevistados também afirma fazer compras online uma ou mais vezes por mês;
  • 71% dos entrevistados pretende manter o estilo de compra online mesmo após a pandemia;
  • 78% dos entrevistados ainda disseram esperar utilizar novas tecnologias para realizar pagamentos no futuro.

*A pesquisa levou em conta consumidores da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e República Dominicana.


ACABOU PARA O DINHEIRO?

Um dos pontos que mais chama atenção nos dados levantados pela pesquisa, é o declínio no uso de dinheiro físico, ao passo que a demanda por pagamentos digitais só CRESCE.

O estudo mostrou que o futuro está alinhado com essa tendência, com 58% dos entrevistados demonstrando interesse em usar mensagens instantâneas ou plataformas de mídia social para realizar pagamentos.

Essa tendência está em sintonia com um movimento que já vem acontecendo no mercado brasileiro há um tempo. Aos poucos, grandes varejistas estão percebendo o potencial de ferramentas como o PIX e oferecendo descontos para essa opção de pagamento (como forma de incentivar o uso).

Trata-se de uma “política do ganha-ganha” aplicada. O consumidor por pagar mais barato pelo produto e o varejo por ganhar fluxo de caixa e ainda receber por uma opção com taxas inferiores às praticadas por outros sistemas.

À medida que os pagamentos digitais vão ganhando mais força no mercado, os consumidores também ganham mais confiança e se sentem mais seguros com esses métodos de pagamento. Consequentemente, a percepção de valor também aumenta por parte dos consumidores.

Por fim, outro ponto importante frisado na pesquisa é que com o desgaste da crise sanitária, aos poucos as pessoas retomam atividades no dia a dia. Mas isso não significa que elas vão retomar os velhos hábitos, pois a preocupação com a segurança continua prevalecendo, por isso o apelo tão forte dos pagamentos digitais.

No sistema Moderniza, a utilização do PIX se dá através da integração com o hub de pagamentos eletrônicos “Shipay”, que possui integração com outros meios de pagamento eletrônico, como: Picpay, Mercado Pago entre outros.

Fonte: www.shipay.com.br

2 thoughts on “Conheça o novo perfil do consumidor na América Latina

  • maio 21, 2021 em 18:19
    Permalink

    Excelente artigo! A transformação do dinheiro não para por ai, em breve teremos integração de nossa carteira PIX com ferramentas de reconhecimento facial, e em um futuro breve, será possivel realizar pagamentos, apenas com a captura de uma imagem de nosso rosto e/ou retina ocular.

Deixe um comentário